Como realizar sua declaração à Receita

0 Comments

O Imposto de Renda 2019 é um tributo que tem que ser pago por todos os cidadãos brasileiros seja ele pessoa física ou pessoa jurídica. O mesmo será obrigado a declarar certa porcentagem a Receita Federal, caso você o seu rendimento tributável fora acima de R$ 28.559,70. Se você recebeu menos que isso, saiba que você está dispensado de realizar a declaração do imposto de renda.

O imposto de renda é um assunto muito importante a ser tratado e muito pesquisado por toda a população brasileira, pelo fato da mesma ser um imposto que financia atividades que organizam a sociedade, e que dão segurança ou que prestam serviços, em termos de saúde, cultura, educação.

Senso assim, fizemos um artigo contendo todas as informações referente ao imposto de renda 2019. Tais como realizar a declaração, cálculo de pagamento e isenção. Por isso se é a primeira vez que você vai realizar a sua declaração, leia atentamente as informações para que você não se atrapalhe na hora que estiver declarando esse tributo.

Declaração Imposto de Renda 2019

Como já foi dito anteriormente na introdução deste artigo, a declaração de imposto de renda trata-se de um tributo no qual será constado todos os seus ganhos regentes ao ano. Esta declaração é um imposto obrigatório para as pessoas físicas “IRPF” e pessoas Jurídicas “IRPJ” que são enquadradas nas seguintes condições:

  • Rendimentos tributáveis – Recebeu rendimentos tributáveis superior a R$ 28.559,70 reais;
  • Rendimentos isentos – Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente superior a 40 mil reais;
  • Ganhos de capital – Obteve, em qualquer mês, lucro na venda de bens ou direitos sujeitos à incidência de imposto de renda, como imóveis vendidos com lucro;
  • Bolsa de Valores – Realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas comprando ou vendendo;
  • Atividade rural – Obteve receita bruta em valor superior a 142.798,50 reais com atividade rural;
  • Bens e direitos – Tinha, em 31 de dezembro do ano anterior da declaração, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a 300 mil reais.

Se você se enquadra em alguns desses requisitos acima, saiba a seguir de como realizar o cálculo do IRPF 2019 ou pague algum contador para realizar a sua declaração de imposto de renda 2019.

Pois a mesma é de suma importância e evitará que você entre em atrito com a Receita Federal, pois não realizando o pagamento você estará sujeito a multas e dividas. Sendo assim, a partir do momento em que você não declara o seu nome fica com pendências e uma série de problemas pode decorrer a partir disso.

Como fazer o cálculo?

Muitas pessoas ainda têm dúvidas de como realizar o cálculo do imposto de Renda, pelo fato do tributo trabalhar com valores altos, sendo assim muitos pagam para que profissionais da área façam o cálculo e toda a declaração IRPF.

Já outras tentam realizar a declaração anual pelas informações que o próprio site da receita federal disponibiliza. Sendo assim para realizar o cálculo é preciso que você entre no site idg.receita.fazenda.gov.br, ir no setor de Downloads e baixar o aplicativo do IRPF ou do IRPJ. Sabendo que o cálculo é diferente para as pessoas físicas e pessoas jurídicas.

Por isso fique atento na hora de realizar o cálculo, para não se confundir entre pessoa física ou jurídica e nem na hora de colocar os valores certos no programa.

Como requerer os benefícios da Previdência Social

0 Comments

Quando um segurado do INSS requer um benefício, principalmente o auxílio-doença, fica ansioso para saber se foi concedido e quando vai poder receber a primeira parcela. Normalmente o resultado sai 10 dias após a perícia feita, no caso do auxílio doença, nos outros benefícios o resultado sai em 15 dias, isso se no dia do atendimento não ficou nenhuma pendência, quando isso ocorre é dado uma carta de exigência. Para saber a situação de um benefício, clique no link abaixo.

Para saber a situação de um benefício, sem ter que ir até o INSS, é só acessar a internet, no site da Previdência ou clicar neste LINK, e fazer a consulta. O dado mais importante para que a consulta se realize é o número do benefício, por isso é importante que seja anotado no momento do atendimento.

Os outros dados que precisam ser preenchidos no formulário apresentado no site da Previdência são: data de nascimento, nome completo do segurado e o CPF. As letras que aparecem na imagem de confirmação precisam ser digitadas na mesma forma que se apresentam.

Clique neste LINK e será direcionado ao site da Previdência Social onde poderá fazer sua consulta. Preencha os dados e terá sua resposta de forma simples, rápida e sem sair de casa. O sistema responde a situação atual do pedido, se estiver escrito “deferido” é por que foi concedido, as outras situações indicam em que fase o pedido se encontra. Quando já se passou muito tempo do pedido e não foi concedido é recomendável que vá ao INSS para saber mais detalhes.

Regras do Fies para Solicitar

0 Comments

O FIES é o programa de Financiamento Estudantil do Governo Federal. Deste modo muitos alunos utilizam este financiamento para pagar uma faculdade particular. Com isto é comum que eles possuam dúvida se o fies precisa de Enem. Antigamente não precisava, mas houve mudanças. Para saber mais se fies precisa de Enem confira o artigo.

Fies Precisa de Enem

O programa de Financiamento Estudantil do Governo Federal permite a formação do aluno com pouca condição de renda.

Para quem sonha entrar em uma universidade e não possui condições de pagar as mensalidades, o Fies 2019 oferece taxas de juros acessíveis.

Deste modo o aluno começa a pagar somente depois de concluir o curso. Assim as prestações cabem no seu bolso.

Para quem deseja financiar a graduação na educação superior esta é a oportunidades.

Regras do Fies para Solicitar – Entenda se Fies Precisa de Enem

As regras para solicitar o Fies são as seguintes:

  • O aluno deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de qualquer edição a partir de 2010.
  • É necessário que ele tenha 450 pontos na média das provas e nota maior do que zero na redação.
  • Para garantir o direito a vaga é preciso ter uma renda mensal de três salários mínimos por pessoa.

O bolsista parcial do ProUni pode pedir o FIES para complementar a mensalidade. No entanto é preciso que seja para o mesmo curso e na mesma instituição com bolsa do ProUni. Ainda é preciso que a soma do benefício não ultrapasse o valor dos encargos.

Entretanto, quem possui diploma em nível superior e está dentro dos requisitos pode concorrer. Lembrando que o MEC prioriza quem não formou.

Fies Precisa de Enem em qualquer data do ano

O aluno pode utilizar a nota em qualquer edição do Enem a partir de 2010. Entretanto, o Enem não acumula pontos. Como consequência se o aluno fez duas vezes e não atingiu os 450 não é possível somar as suas participações para entrar no FIES.

Caso o aluno conseguiu 450 pontos em uma prova do Enem, mas zerou na redação e não atingiu na segunda vez, mesmo com boa nota na redação não é possível fazer a combinação das duas provas de anos diferentes.

Deste modo o FIES não beneficia os seguintes alunos:

  • Possuem benefício de forma integral pelo ProUni;
  • Não foram pré-selecionados no processo seletivo;
  • Apresenta uma renda mensal maior do que a exigida pelo programa;
  • Não teve a nota mínima exigida;
  • Influência da nota sobre o processo do Fies Precisa de Enem

Muitos candidatos também possuem dúvidas se a pontuação obtida no Enem pode aumentar as chances. Deste modo, o FIES tem como privilégio quem obteve melhor desempenho no Enem.

Com isto, quanto maior for à nota do ENEM fica mais fácil o aluno conseguir o financiamento.

Como se inscrever no Fies

Depois de entender se fies precisa de Enem o aluno precisa fazer a sua inscrição. Para isto segue as indicações abaixo.

  • Entre no sie do Sisfies (sistema informatizado do FIES).
  • Em seguida o candidato precisa fazer o cadastro de primeiro acesso. Acesse aqui para ser encaminhado para página de cadastro no Fies.
  • Na sequência, ele deve inserir seu CPF, sua data de nascimento, um endereço de e-mail válido e uma senha de acesso;
  • Depois é preciso completar os campos e clicar em “enviar”;
  • Depois de receber a confirmação, é preciso finalizar a inscrição no Fies Seleção inserindo dados pessoais, do seu curso e da instituição;
  • Após a pré-seleção vá na página Sisfies para terminar a inscrição e colocar os dados sobre o financiamento.
  • Depois complete a sua matrícula na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA);
  • Por fim, valide o financiamento em uma agência bancária.

MEC irá divulgar nas próximas semanas o edital dos seus exames

0 Comments

Em breve o MEC – Ministério da Educação divulgará o Edital do Enem 2019, que informará as datas do exame, inclusive o período para efetuar inscrição. Abaixo os estudantes que pretendem participar do exame poderão conferir informações a respeito da taxa de inscrição, isenção e saber como imprimir o Boleto Enem 2019.

Apesar de ter sido criado com o simples objetivo de avaliar a qualidade do ensino médio no país o Enem – Exame Nacional do Ensino Médio se tornou indispensável nos últimos anos aos estudantes que sonham em conquistar uma vaga no ensino superior.

Isto porque é através do desempenho obtido no exame que estudantes são selecionados para as bolsas integrais e parciais do Prouni – Programa Universidade Para Todos e para as vagas em instituições públicas pelo Sisu – Sistema de Seleção Unificada.

As inscrições do Enem 2019 estarão disponíveis a partir de maio e poderão ser efetuadas somente pela internet, através do site oficial do Enem, disponível em http://enem.inep.gov.br/. Para participar do Enem os candidatos devem pagar a taxa de inscrição, no valor de R$ 35,00. Alguns estudantes já são automaticamente isentos do pagamento desta taxa de Isenção Enem 2019.

Em outros casos os estudantes podem declarar carência e solicitar a isenção, que será analisada pelo INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

Aqueles que não estão automaticamente isentos do pagamento da taxa e os que tiverem o pedido de isenção indeferido após a análise do INEP devem imprimir e pagar o Boleto Enem 2019. Para imprimir basta acessar a página de “Acompanhamento de Inscrição”, no site do Enem, e clicar sobre a opção “Emitir GRU”, na parte inferior do site. O boleto será aberto na página e o candidato poderá imprimir ou até mesmo salvar o arquivo.

Após imprimir a GRU Simples será necessário efetuar o pagamento da mesma até a data de vencimento estabelecida pelo Edital, normalmente em alguns dias após o término das inscrições. O pagamento da taxa de inscrição do Enem 2019 deverá ser efetuado somente no Banco do Brasil. Os estudantes que não efetuarem o pagamento até a data de vencimento estarão automaticamente excluídos do exame.

Entenda o que é a Malha Fina da Receita Federal

0 Comments

Quando se fala em declaração de Imposto de Renda (IR), fala-se muito também de Malha Fina. Na última vez em que a Receita Federal apresentou dados históricos de declaração do Imposto de Renda, foi revelado cerca de 500 mil, todos os anos, contribuintes caem na malha fina do IR. Mas o que significa a Malha Fina do IR? A seguir, você saberá a resposta dessa pergunta além de outras informações sobre a Malha Fina do IR.

O que é malha fina afinal de contas?

A Malha Fina é o nome popular de Malha Fiscal da Declaração de Ajuste Anual da Pessoa Física, é a revisão pela qual todas as declarações dos modelos (completo e simplificado) passam. Essa revisão é sistemática e feita de forma eletrônica.  São realizadas – nessa revisão – verificações diversas nos dados da declaração de cada contribuinte, depois são efetuados os devidos cruzamentos de todas as informações com os outros elementos que constam nos sistemas da Secretaria da Receita Federal. Esse é o primeiro processo da Malha Fina do IR.

O processamento eletrônico das informações do Imposto de Renda 2019 é feito logo quando o contribuinte entrega a sua declaração e, assim, dá-se início às sequências de verificações que tem o objetivo de identificar erros de preenchimento na declaração assim como informações que possuem inconsistência, o que pode ser caracterizado como infração à legislação tributária federal. Isso, de fato, é a Malha Fina do IR.

Sendo encontrada alguma irregularidade – dependendo de qual seja – o processamento da declaração é interrompido, e a declaração é encaminhada para uma análise mais detalhada até a solução das irregularidades detectadas. Geralmente, há casos em que é necessário que o contribuinte participe do processo, sendo intimado a apresentar informações e documentos.

Existem algumas regras para que o preenchimento da declaração do IR não apresente erros, o que vai evitar que o contribuinte caia na Malha Fina do IR e na investigação da Receita Federal.  Veja o que você pode fazer para evitar cair na Malha Fina do IR visitando esse link: http://www.portaltributario.com.br/artigos/malhafina.htm que traz todos os detalhes sobre a Malha Fina do IR.

Observe a avaliação do MEC e se inscreva em bolsas do Prouni

0 Comments

O Resultado Enem 2019 sai dia 28 de Dezembro e como a gente aqui na Rede Enem tá sempre falando, então fica esperto por que o MEC divulgou uma lista de universidades que terão o vestibular suspenso! SIM, suspenso! Isso porque nosso ministro da educação, Aloizio Mercadante afirmou que 207 instituições de ensino superior estão com o vestibular suspenso porque tiveram desempenho insatisfatório (nota menor de 3) no Conceito Preliminares de Curso (CPC). Saiba mais sobre avaliação das universidades.

Das 207 instituições sinalizadas negativamente, 90 apresentaram tendência de não melhoria, ou seja, já tinham tido desempenho ruim e não evoluíram ou regrediram ainda mais em 2019. Estas nem adianta ter um bom resultado Enem 2019 porque não vale a pena ingressar. Nestes casos, segundo Mercadante, as instituições não poderão realizaram novos processos seletivos no próximo ano, mesmo que cumpram as exigências estabelecidas no protocolo de compromisso.

Já pensou sair todo feliz com o resultado Enem 2019 e depois perceber que a instituição que você queria estudar teve o vestibular suspenso e por falta de qualidade?  E pra quem acha que a medida do governo tá dura demais, mais um argumento do Mercadante: “O Brasil tem uma imensa demanda por ensino superior, o Enem é o retrato do tamanho da demanda que está surgindo.

O sistema cresceu 150% no número de matrículas na última década e precisa continuar crescendo. O MEC tem todo interesse de aumentar a oferta de cursos e vagas. Essas medidas vão na direção de continuar estimulando o crescimento. Mas seremos cada vez mais rigorosos com a qualidade. Ta certo! As planilhas com as instituições estão e estas estiveram com o vestibular suspenso por curso.

Se você se esforçou tanto um ano inteiro esperando o resultado Enem 2019, vale a pena ver bem qual instituição vai te dar o Diploma… se der né…

O acesso ao Prouni é pela nota da prova do Enem, então confira o nosso calendário Enem 2019

– 3 de novembro, 13h – Aplicação das provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

– 4 de novembro, 13h – Aplicação das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; de Matemática e suas Tecnologias; e da Redação;

– 7 de novembro – Gabarito Enem 2019;

– 28 de dezembro – Resultado Enem 2019.

Gostou do post? Use os botões abaixo e ao lado para espalhar por suas redes sociais (sabemos que o Facebook está aberto aí no cantinho do seu computador). E claro, também usar os espaços para comentários abaixo, deixando sua crítica, sugestão e também xingamentos.

Candidatos às vagas remanescentes devem observar calendário fixado pelo MEC

0 Comments

Você sabia que é possível financiar os seus estudos com o FIES 2019 em algumas instituições de ensino privada? É isso mesmo! Através do FIES 2019, o aluno financia seus estudos e paga somente depois de concluir o curso. No post de hoje, falaremos tudo a respeito desse financiamento. Continue conosco!

Milhares de estudantes brasileiros conseguiram financiar seus estudos através do FIES. Muitos que não tem condições de pagar uma mensalidade integralmente, devido aos valores abusivos cobrados muitas vezes por algumas instituições, podem cursar uma Universidade.

Não deixe de se informar! Todo e qualquer aluno que não tem condições financeiras de pagar a mensalidade pode financiar seus estudos.

E no próximo dia 29 começam as inscrições do FIES fique atento!

Criado em 1999, o FIES tem o objetivo de proporcionar a democratização do ensino. Qualquer um pode conseguir o financiamento, basta estar matriculado em uma instituição de ensino com avaliação positiva no MEC.

A cada ano, novas instituições de ensino se filiam ao programa e ofertam a possibilidade de financiamento.

Como Funciona o Programa?

O FIES 2019 foi criado com o intuito de ajudar os estudantes de baixa renda a ingressarem no Ensino Superior. Através desse programa, os estudantes financiam o valor do curso de forma parcial ou integral.

Para quem precisa de um financiamento estudantil, o FIES é o mais indicado. Sua taxa de juros é a mais baixa do mercado: apenas 6,5% ao ano.

Infelizmente nós sabemos que muitos brasileiros não podem ingressar em uma faculdade por causa dos preços absurdos cobrados em suas mensalidades, então, essa pode ser uma oportunidade para você terminar os seus estudos.

Como se Cadastrar?

O financiamento pode ser realizado em qualquer período do ano, a qualquer momento, basta realizar sua inscrição no site oficial.

O Sistema Informatizado do FIES (SisFIES) é o responsável pelo recebimento dessas inscrições.

Novidades no Programa

O FIES 2019 sempre vem se atualizando para melhorar a oferta desses financiamentos. Em 2019, entrarão em vigor algumas mudanças benéficas para todos os interessados.

Confira quais são elas:

  • Serão efetuados novos contratos de financiamento a todos os estudantes que tiverem renda per capita de até 2 salários mínimos e meio;
  • Surgirão novas vagas para os cursos nas áreas da saúde, engenharia e formação de professores;
  • Cursos superiores com notas 4 e 5 no SINAES ganharão prioridade no financiamento;
  • Haverá mais ofertas de vagas para cursos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste;
  • Possibilidade de utilização das notas do ENEM para fazer a seleção dos candidatos.

Documentos Necessários

Todos aqueles candidatos que quiserem o financiamento estudantil deverão apresentar uma série de documentos. É importante ressaltar que os bancos fazer a análise socioeconômica dos candidatos.

Confira quais documentos deverão ser apresentados:

  • Documento de identificação com foto: pode ser RG, Identidade Militar, CNH, CTPS, Passaporte emitido no Brasil ou outro documento que garante a identificação da pessoa;
  • Comprovante de residência: documento que comprove aonde você reside que pode ser fatura do cartão de crédito, boletos bancários, contas diversas como gás, aluguel, água, luz, telefone, entre outras;
  • Comprovante de rendimentos: podem variar de acordo com a atividade exercida, já que algumas atividades requerem mais de um comprovante.

Não deixe essa oportunidade escapar das suas mãos. Boa sorte e bons estudos!

Make Total – Curso de Maquiagem com Luciane Ferraes

0 Comments

Foi isso mesmo minhas amigas. Esse é o novo projeto da maquiadora e blogueira, Luciane Ferraes. Após muitos estudos, ela lançou o seu curso “Make Total”… O seu novo aliado da beleza moderna.

Foram anos se dedicando a essa profissão de maquiadora, e graças a esse projeto lindo, agora você também pode ter acesso, na sua casa e totalmente online. O Curso de Maquiagem Make Total é uma excelente oportunidade para as mulheres que querem descobrir tudo sobre maquiagem e aprender as dicas e truques que a blogueira não liberou no seu canal do Youtube.

O Curso de Maquiagem Make Total proporcionado pela Luciane Ferraes ensina todos os segredos que você precisa saber para realizar com muita perfeição qualquer tutorial de maquiagem que tem na internet.Com muitas dicas exclusivas nunca reveladas antes pelas youtubers famosas, você vai sim, aprender a reconhecer cada parte do seu rosto, os pontos fortes que você tem e também os pontos fracos, seu tipo de pele, a importância do côncavo e como isso pode ter influência no resultado final da maquiagem, entre tantas outras práticas que vão te auxiliar a atingir os resultados profissionais sem sair da sua casa.

Mesmo que você acredite que não vai conseguir entender os tutoriais, a blogueira Luciane Ferraes, aplicou técnicas simples dos profissionais dos salões, garantindo com isso, um aprendizado fácil, de forma muito intuitiva e divertida, para você levar essa experiência por toda a sua vida.

O Curso de Maquiagem ainda conta com certificação de conclusão do curso, no seu nome. Entretanto, é importante lembrar que as vagas são limitadas e devem encerrar rapidamente, por isso não perca tempo!

Conteúdo do Curso Make Total

  • Introdução
  • Montagem do seu kit (o básico iniciante)
  • Kit profissional para maquiadoras iniciantes
  • O que vejo no espelho (identificar o formato do seu rosto e os traços principais)
  • Os Tipos de pele e melhores produtos
  • Duração da maquiagem
  • Temperatura e subtons da pele (fria e quente)
  • Escolher bem a base
  • Corretivo sem mistério
  • Corrigindo olheiras
  • Contorno, luz e sombra
  • Onde está o meu côncavo?
  • Aprender a passar sombra
  • Esfumado perfeito
  • Esfumado na linha d’água
  • Degradê e fusão das cores
  • Truques para aplicar o delineador
  • Olhos grandes X Olhos pequenos
  • Olhos fundos X Olhos inchados
  • Máscara para cílios e olhos de boneca
  • Guia dos cílios postiços
  • Dicas para acertar o Make na foto
  • Harmonizar as cores das roupas com a sua maquiagem
  • A Boca perfeita

No entanto, esse curso como nem um outro é gratuito, por isso, muitas pessoas não conseguem realizar seus sonhos e cursar alguma coisa que deseja. Mas, para mudar isso, o programa Mais Bolsas oferece bolsas de estudos de até 75%, assim, você não precisará arcar com os custos de um curso sozinho, tendo a chance de participar.

Engenheiros ficam insatisfeitos com o valor do Piso Salarial

0 Comments

A engenharia é uma área que está sempre em busca de profissionais, tendo assim um dos melhores mercados para se ingressar, muitos profissionais formados nesta área procuram saber qual é o Piso Salarial Engenheiro 2019, para terem noção do seu crescimento salarial, sendo assim vamos conhecer hoje um pouco mais sobre essa profissão e o Piso Salarial Engenheiro 2019.

A engenharia envolve diversas áreas, assim é possível encontrar engenheiros especializados em ramos diferentes, temos mais de 30 tipos de engenharia e vamos ver qual o Piso Salarial Engenheiro 2019. Separamos vários outros posts sobre Piso e Tabela Salarial, confira.

Piso Salarial Engenheiro 2019

Como dito anteriormente existem mais de 30 áreas da engenharia, algumas são:

  • Engenharia Genética;
  • Engenharia de Produção;
  • Engenharia Elétrica;
  • Engenharia Agrônoma;
  • Engenharia de Automação;
  • Engenharia Civil;
  • Engenharia Mecânica;
  • Engenharia de Alimentos.

Desde 1933 a profissão de engenheiro já é regulamentada no Brasil, e é atualmente uma das áreas que paga melhor.

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta a escassez de engenheiros (sobretudo civis) no mercado até 2020, assim aquele que está se formando ou iniciando sua formação encontrará um mercado necessitado de profissionais.

Piso Salarial Engenheiro 2019 – Valor

Quanto ao Piso Salarial Engenheiro 2019 o profissional da área de engenharia está em uma categoria diferenciada, assim o Piso Salarial Engenheiro 2019 disposto conforme a Lei 4.950-A/66.

Os valores dessa tabela podem não ser seguidos caso ocorra uma convenção coletiva de trabalho ou um Acordo Coletivo de Trabalho para determinar novos valores para o Piso Salarial Engenheiro 2019.

Pela tabela podemos analisar que o Piso Salarial Engenheiro 2019 é 6 salários mínimos para quem possui uma jornada de 6 horas, assim cada hora adicional desse profissional vale 25% a mais.

Com base nessa informação podemos cita que um engenheiro com jornada de 8 horas diárias recebe em média 8,5 salários mínimos que representam cerca de R$ 6.154 reais.

O Piso Salarial Engenheiro 2019 será reajustado conforme o valor do salário mínimo, assim com o aumento do salário em 2019 temos um aumento no montante do salário do engenheiro.

Piso Salarial Engenheiro 2019 – Outros valores

O Piso Salarial Engenheiro 2019 é seguido na maioria das vezes para aquele profissional que já possui uma carreira e experiencia profissional. Para cargos de estagiários ou Engenheiros Júnior os salários seguem médias como você pode conferir a seguir:

  • Estagiário de Engenharia no 1° ano: R$1.303,00;
  • Estagiário de Engenharia último ano: R$2.000,00;
  • Engenheiro Júnior: R$ 5.022,00;
  • Engenheiro Pleno: R$ 7.737,00;
  • Engenheiro Sênior: R$ 11.744,00.

Segundo o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) existem atualmente uma média de 937 mil engenheiros em atividade no Brasil, e se você ser um profissional formado para atuar em uma das áreas da engenharia saiba que existem diversas universidades públicas e privadas que oferecem graduações em áreas da engenharia. Lembre-se de entrar em uma que sejam reconhecidas pelo MEC para garantir a qualidade do seu aprendizado.